sexta-feira, 28 de abril de 2017

FIGURINISTA DA TV GLOBO DESISTE DE INCRIMINAR JOSÉ MAYER E CASO É ENCERRADO


A figurinista Susllem Meneguzzi Tonani decidiu não levar adiante o inquérito contra José Mayer, após acusar o ator de assédio sexual nos bastidores da novela “A Lei do Amor”. Na quarta-feira (26), ela esteve na Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro e pediu para que as investigações não continuassem. 

A figurinista recebeu três convites para ir de forma espontânea à 32ª Delegacia Policial, na Taquara, zona oeste do Rio, e também chegou a ser intimada para abertura de um inquérito policial já que a denúncia foi pública e o delegado Rodolfo Waldeck resolveu convocar os dois envolvidos no caso para uma investigação. 

Rodolfo Waldeck confirmou que o caso será encerrado já que não há uma representação da vítima. "Ela tinha esse direito de não levar a diante essa acusação. Não quis fazer uma representação, não quis dar prosseguimento ao inquérito policial e aí não temos um crime. As investigações serão encerradas." 

Su Tonani, de 28 anos, fez a denúncia em um texto publicado na coluna Agora É Que São Elas, do jornal Folha de S. Paulo, no final de março. Ela relatou vários episódios em que foi vítima de comportamento inadequado do ator em um deles, em fevereiro deste ano, ele colocou a mão esquerda na genitália dela. Em carta aberta, José Mayer, de 67 anos, admitiu ter passado dos limites."

"Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço", escreveu o ator. Após apurar o caso, a Globo tomou a decisão de "suspender o ator José Mayer de produções futuras dos Estúdios Globo por tempo indeterminado".

Fonte: UOL

APÓS REAPARECER NA MÍDIA, CRIVELLA DÁ CARGO PARA MARIO GOMES


O ator Mario Gomes, que recentemente foi flagrado vendendo hambúrgueres na praia, foi chamado para trabalhar na Prefeitura do Rio.
Marcelo Crivella, prefeito do Rio, para quem Mario Gomes fez campanha, publicou nessa quarta no Diário Oficial do Município que Mario será assistente da Secretaria de Cultura. Ele participará da implementação de um projeto de leitura em escolas. 
De acordo com a CBN, a Prefeitura não informou o salário do ator, mas baseado nos ganhos da ex-servidora que ocupava o cargo, ele receberá em torno de 11 mil reais.
Gomes reclamou de falta de oportunidades na TV, mas negou que estivesse vendendo sanduíches na praia por necessidade. Ele chegou a ter um rolex roubado na mesma semana em que voltou à mídia. O objeto era avaliado em 30 mil reais.
Fonte: MSN Entretenimenros

JONATAS FARO É INTERNADO NO INTERIOR DE SÃO PAULO


Jonatas Faro precisou ser internado às pressas na Santa Casa Anna Cintra, em Amparo, no interior de São Paulo.
Segundo o jornal "O Dia", o ator chegou a passar alguns dias na clínica após a internação de emergência.
O rapaz estaria bem mais magro e abatido após a alta médica, circulando esporadicamente pela cidade.
Apesar da preocupação dos fãs, a assessoria de imprensa negou que o famoso tenha qualquer problema de saúde.

o assessor de imprensa de Faro contou que ele teve uma "infecção intestinal": "O ator Jonatas Faro está de férias após um ano de intensa temporada como protagonista do musical 'Wicked' e agora está no Rio para comemorar o aniversário de seu filho, Guy, feliz da vida. Ele esteve durante dois dias há três semanas atrás no hospital em função de uma infecção intestinal, mas já fotografou campanhas e trabalhou após isso". 

A última novela de Jonatas foi "Cheias de Charme", em 2012. Desde então, ele tem só participado de musicais e quadros em programas de televisão. A trama, estava sendo reprisada pelo "Vale a Pena Ver de Novo", nas tardes da TV Globo. A atriz Isabelle Drummond, no ar como a personagem Anna em "Novo Mundo", celebrou a volta das empreguetes no ar.

O que se sabe é que a hospitalização do ex-marido de Danielle Winits - agora casada com André Gonçalves - não é por conta de uma doença física mas, sim, de fundo psicológico. 
Fonte: Famosidades

quinta-feira, 27 de abril de 2017

"FIQUEI COM MUITA VERGONHA", DIZ SABRINA SOBRE DUDA NAGLE NO "ENCONTRO”


A participação de Duda Nagle no "Encontro Com Fátima Bernardes" na segunda-feira (24) repercutiu nas redes sociais  e deixou a namorada dele, Sabrina Sato, constrangida com o que viu. 

"Eu fiquei com muita vergonha quando eu vi. Eu falei, meu amor, por que você disse aquilo?...Ele disse que não deu tempo de explicar", contou a apresentadora no "Programa do Porchat" que foi ao ar nesta madrugada.

Duda, que está no ar em "Malhação", se enrolou ao fazer um comentário contra a homofobia relacionado aos gritos preconceituosos nos estádios de futebol. 

"No futebol isso acaba sendo uma forma de extravasar. Por exemplo, o termo 'veado', ele pode ser reciclado no sentido de o veado bicho, ele é heterossexual normalmente e ele tem uma postura assustada. Então dá para você brincar com isso até porque acho que o humor é fundamental para você transmitir uma mensagem positiva com leveza e atingir mais pessoas", disse.

Fátima Bernardes e Débora Olivieri não conseguiram disfarçar as caras assustadas de que não entenderam o comentário de Duda.

"Eu não entendi nada. Tentei pedir explicação para ele, mas não entendi", disse Sabrina. 

Em seu programa, Porchat ligou para Duda tentar se esclarecer, mas não adiantou. "Uma das pautas do programa era o time formado só por homossexuais. Um dos momentos um soltou "ê veado" e todo mundo riu. Usei esse termo deste contexto num outro assunto de violência nos estádios, de torcidas com gritos homofóbicos", contou Nagle.

"Ninguém está entendendo nada até agora", disse Sabrina aos risos. "Ainda mais com você interrompendo, né?", completou Duda.

Fonte: 

NOVO AFFAIR DE JOELMA É COMPARADO A XIMBINHA



Poucas horas após Joelma confirmar que está vivendo um affair, os fãs da cantora foram atrás da identidade do rapaz – que atende pelo nome de Alessandro CavalcantI – nas redes sociais, e descobriram que ele é carioca, tem 38 anos de idade e é adepto de muita malhação.

Teve gente, inclusive, que encontrou muitas diferenças entre CavalcantI e ex-marido da loira, Ximbinha, e compararam:
“A Lua me traiu ou elixir da Joelma?”, questionou um admirador fazendo um trocadilho com o nome da música “A Lua me Traiu”, sucesso antigo da banda Calypso, e “Amor Novo”, em que cita "o elixir da Joelma" – novo sucesso da famosa em carreira solo.
Apesar de confirmar o envolvimento, a cantora garantiu que não é namoro sério.
“Não estamos namorando, só nos conhecendo, ele é amigo das minhas amigas, educado, do coração do tamanho do mundo e temente a Deus", disse ela, que é religiosa, ao “Fofocalizando”, do SBT.
Fonte: Famosidades

GLOBO ESTUDA PARTICIPAÇÃO DE EMILLY NA NOVA "MALHAÇÃO”


Depois do sucesso no "BBB17", Emilly pode brilhar em outra produção da Globo. A campeã do reality show foi sondada para fazer uma participação em "Malhação: Viva a Diferença", que tem estreia prevista para início de maio. 

"Estamos aguardando a confirmação das datas de gravações. Não sabemos muitos detalhes do que vai acontecer e se vai mesmo acontecer", despistou Mayla, a gêmea de Emilly, que se tornou porta-voz informal da irmã.

Ela confirmou ainda a contratação de um escritório com sede em Miami para gerenciar a carreira das duas.

"É um escritório novo e eles estão se organizando melhor para daqui a pouco anunciar as nossas novidades", contou Mayla. "Tudo é possível. Estamos analisando tudo."

O convite para Emilly gravar "Malhação" tem como objetivo aproveitar o sucesso da campeã do "BBB17" com o público jovem, ela tem 2,2 milhões de seguidores no Instagram. 

Há dois entraves para a entrada dela na trama: a gaúcha não tem DRT, registro para trabalhar como atriz, e pesa também o caso de agressão física contra ela vivida dentro do confinamento.  

Ambientada em São Paulo, "Malhação: Viva a Diferença" terá cinco protagonistas e lidará com temas com feminismo, independência da mulher e questões sociais. Os principais cenários coletivos da trama estão em duas escolas: uma particular e uma pública.

Consultada, a Globo diz que não há nada previsto com relação à participação de Emilly em "Malhação: Viva a Diferença".

Fonte: UOL

domingo, 23 de abril de 2017

23 DE ABRIL - DIA DE SÃO JORGE


São Jorge (275 - 23 de abril de 303) foi, de acordo com a tradição, um soldado romano no exército do imperador Diocleciano, venerado como mártir cristão. Na hagiografia, São Jorge é um dos santos mais venerados no catolicismo (tanto na Igreja Católica Romana e na Igreja Ortodoxa como também na Comunhão Anglicana). É imortalizado na lenda em que mata o dragão. É também um dos Catorze santos auxiliares.
Considerado como um dos mais proeminentes santos militares, a memória de São Jorge é celebrada nos dias 23 de abril e 3 de novembro. Nestas datas, por toda a parte, comemora-se a reconstrução da igreja que lhe é dedicada, em Lida (Israel), na qual se encontram suas relíquias. A igreja foi erguida a mando do imperador romano Constantino I.
Há uma tradição que aponta o ano 303 como ano da sua morte. Apesar de sua história se basear em documentos lendários e apócrifos (decreto gelasiano do século VI), a devoção a São Jorge se espalhou por todo o mundo. 
Historiadores têm debatido os detalhes exatos do nascimento de São Jorge por séculos, apesar da data de sua morte ser sujeita a pouco questionamento. A Enciclopédia Católica toma a posição de que não há base para duvidar da existência histórica de São Jorge, mas põe pouca convicção nas histórias fantásticas sobre ele.
De acordo com as lendas, Jorge teria nascido na antiga Capadócia, região do centro da Anatólia que, atualmente, faz parte da República da Turquia. Ainda criança, mudou-se para a Palestina com sua mãe após seu pai morrer em batalha. Sua mãe, ela própria originária da Palestina, Lida, possuía muitos bens e o educou com esmero. Ao atingir a adolescência, Jorge entrou para a carreira das armas, por ser a que mais satisfazia à sua natural índole combativa. Logo foi promovido a capitão do exército romano devido a sua dedicação e habilidade — qualidades que levaram o imperador a lhe conferir o título de conde da província da Capadócia. Aos 23 anos passou a residir na corte imperial em Nicomédia, exercendo a função de Tribuno Militar.
Nesse tempo sua mãe faleceu e ele, tomando grande parte nas riquezas que lhe ficaram, foi-se para a corte do Imperador Diocleciano.
Em 302, Diocleciano (influenciado por Galério) publicou um édito que mandava prender todo soldado romano cristão e que todos os outros deveriam oferecer sacrifícios aos deuses romanos. Jorge foi ao encontro do imperador para objetar, e perante todos declarou-se cristão. Não querendo perder um de seus melhores tribunos, o imperador tentou dissuadi-lo oferecendo-lhe terras, dinheiro e escravos. Como Jorge mantinha-se fiel ao cristianismo, o imperador tentou fazê-lo desistir da fé torturando-o de vários modos. E, após cada tortura, era levado perante o imperador, que lhe perguntava se renegaria a Jesus para adorar aos deuses romanos. Todavia, Jorge reafirmava sua fé, tendo seu martírio, aos poucos, ganhado notoriedade e muitos romanos, tomado as dores daquele jovem soldado, inclusive a mulher do imperador, que se converteu ao cristianismo. Finalmente, Diocleciano, não tendo êxito, mandou degolá-lo no dia 23 de abril de 303, em Nicomédia (Ásia Menor).
Os restos mortais de São Jorge foram transportados para Lida (Antiga Dióspolis), cidade em que crescera com sua mãe. Lá ele foi sepultado, e mais tarde o imperador cristão Constantino mandou erguer suntuoso oratório aberto aos fiéis, para que a devoção ao santo fosse espalhada por todo o Oriente.
Pelo século V, já havia cinco igrejas em Constantinopla dedicadas a São Jorge. Só no Egito, nos primeiros séculos após sua morte, construíram-se quatro igrejas e quarenta conventos dedicados ao mártir. Na Armênia, no Império Bizantino, no Estreito de Bósforo na Grécia, São Jorge era inscrito entre os maiores santos da Igreja Católica.
Na Itália, era padroeiro da cidade de Gênova. Frederico III da Alemanha dedicou a ele uma Ordem Militar. Desde Dom Nuno Álvares Pereira, o santo é reconhecido como padroeiro de Portugal e do Exército. Na França, Gregório de Tours era conhecido por sua devoção ao santo cavaleiro; o Rei Clóvis dedicou-lhe um mosteiro, e sua esposa, Santa Clotilde, mandou erguer várias igrejas e conventos em sua honra. A Inglaterra foi o país ocidental onde a devoção ao santo teve papel mais relevante.
O monarca Eduardo III colocou sob a proteção de São Jorge a Ordem da Jarreteira, fundada por ele em 1330. Por considerá-lo o protótipo dos cavaleiros medievais, o rei inglês Ricardo I, comandante de uma das primeiras Cruzadas, constituiu São Jorge padroeiro daquelas expedições que tentavam reconquistar a Terra Santa dos muçulmanos. No século XIII, a Inglaterra já celebrava o dia dedicado ao santo e, em 1348, criou a Ordem dos Cavaleiros de São Jorge. Os ingleses acabaram por adotar São Jorge como padroeiro do país, imitando os gregos, que também trazem a cruz de São Jorge na sua bandeira.
Ainda durante a Grande Guerra, muitas medalhas de São Jorge foram cunhadas e oferecidas aos enfermeiros militares e às irmãs de caridade que se sacrificaram ao tomar conta dos feridos de guerra.
As artes, também, divulgaram amplamente a imagem do santo. Em Paris, no Museu do Louvre, há dois quadros famosos de Rafael intitulados São Jorge e o dragão. Na Itália, existem diversos quadros célebres, como um de autoria de Donatello.
A mais conhecida imagem brasileira de São Jorge seria, possivelmente, de autoria de Martinelli. A influência de São Jorge na cultura portuguesa acompanhou a fundação do Brasil pelos portugueses.
Este santo é o padroeiro extraoficialmente, da cidade do Rio de Janeiro (título oficialmente atribuído a São Sebastião) e da cidade de São Jorge dos Ilhéus, além de ser padroeiro dos escoteiros, e da Cavalaria do Exército Brasileiro.
São Jorge também é venerado em diversos cultos das religiões afro-brasileiras, onde é sincretizado na forma de Ogum. Todavia, a ligação de São Jorge com a lua é algo puramente brasileiro, com forte influência da cultura africana, e em nada relacionado com o santo europeu. Em Salvador, Bahia, o santo foi sincretizado a Oxossi. Na religião da Umbanda, o santo é associado a Ogum. A tradição diz que as manchas apresentadas pela lua representam o milagroso santo, seu cavalo e sua espada pronto para defender aqueles que buscam sua ajuda.

Lenda do dragão e da princesa:

Baladas medievais contam que Jorge era filho de Lorde Albert de Coventry. Sua mãe morreu ao dá-lo à luz e o recém nascido Jorge foi roubado pela Dama do Bosque para que pudesse, mais tarde, fazer proezas com suas armas. O corpo de Jorge possuía três marcas: um dragão em seu peito, uma jarreira em volta de uma das pernas e uma cruz vermelho-sangue em seu braço. Ao crescer e adquirir a idade adulta, ele primeiro lutou contra os sarracenos e, depois de viajar durante muitos meses por terra e mar, foi para Sylén, uma cidade da Líbia.
Nesta cidade, Jorge encontrou um pobre eremita que lhe disse que toda a cidade estava em sofrimento, pois lá existia um enorme dragão cujo hálito venenoso podia matar toda uma cidade, e cuja pele não poderia ser perfurada nem por lança e nem por espada. O eremita lhe disse que todos os dias o dragão exigia o sacrifício de uma bela donzela e que todas as meninas da cidade haviam sido mortas, só restando a filha do rei, Sabra, que seria sacrificada no dia seguinte ou dada em casamento ao campeão que matasse o dragão.
Ao ouvir a história, Jorge ficou determinado em salvar a princesa. Ele passou a noite na cabana do eremita e quando amanheceu partiu para o vale onde o dragão morava. Ao chegar lá, viu um pequeno cortejo de mulheres lideradas por uma bela moça vestindo trajes de pura seda árabe. Era a princesa, que estava sendo conduzida pelas mulheres para o local do sacrifício. São Jorge se colocou na frente das mulheres com seu cavalo e, com bravas palavras, convenceu a princesa a voltar para casa.
O dragão, ao ver Jorge, sai de sua caverna, rosnando tão alto quanto o som de trovões. Mas Jorge não sente medo e enterra sua lança na garganta do monstro, matando-o. Como o rei do Marrocos e do Egito não queria ver sua filha casada com um cristão, envia São Jorge para a Pérsia e ordena que seus homens o matem. Jorge se livra do perigo e leva Sabra para a Inglaterra, onde se casa e vive feliz com ela até o dia de sua morte, na cidade de Coventry.
De acordo com a outra versão, Jorge acampou com sua armada romana próximo a Salone, na Líbia. Lá existia um gigantesco crocodilo alado que estava devorando os habitantes da cidade, que buscaram refúgio nas muralhas desta. Ninguém podia entrar ou sair da cidade, pois o enorme crocodilo alado se posicionava em frente a estas. O hálito da criatura era tão venenoso que pessoas próximas podiam morrer envenenadas. Com o intuito de manter a besta longe da cidade, a cada dia ovelhas eram oferecidas à fera até estas terminarem e logo crianças passaram a ser sacrificadas.
O sacrifício caiu então sobre a filha do rei, Sabra, uma menina de catorze anos. Vestida como se fosse para o seu próprio casamento, a menina deixou a muralha da cidade e ficou à espera da criatura. Jorge, o tribuno, ao ficar sabendo da história, decidiu pôr fim ao episódio, montou em seu cavalo branco e foi até o reino resgatá-la, mas antes fez o rei jurar que se a trouxesse de volta, ele e todos os seus súbditos se converteriam ao cristianismo. Após tal juramento, Jorge partiu atrás da princesa e do "dragão". Ao encontrar a fera, Jorge a atinge com sua lança, mas esta se despedaça ao ir de encontro à pele do monstro e, com o impacto, São Jorge cai de seu cavalo. Ao cair, ele rola o seu corpo, até uma árvore de laranjeira, onde fica protegido por ela do veneno do dragão até recuperar suas forças.
Ao ficar pronto para lutar novamente, Jorge acerta a cabeça do dragão com sua poderosa espada Ascalon. O dragão derrama então o veneno sobre ele, dividindo sua armadura em dois. Uma vez mais, Jorge busca a proteção da laranjeira e em seguida, crava sua espada sob a asa do dragão, onde não havia escamas, de modo que a besta cai muito ferida aos seus pés. Jorge amarra uma corda no pescoço da fera e a arrasta para a cidade, trazendo a princesa consigo. A princesa, conduzindo o dragão como um cordeiro, volta para a segurança das muralhas da cidade. Lá, Jorge corta a cabeça da fera na frente de todos e as pessoas de toda cidade se tornam cristãs. O dragão (o demônio) simbolizaria a idolatria destruída com as armas da Fé. Já a donzela que o santo defendeu representaria a província da qual ele extirpou as heresias.
Oração a São Jorge:
“Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar. 
Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos. 
Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo. São Jorge Rogai por Nós. Amém”
Fonte: Site dos Devotos de São Jorge

MARCOS FAZ DESABAFO E ACUSA EMILLY DE TRAIÇÃO: "GANÂNCIA"


Marcos Härter resolveu desabafar pela primeira vez a respeito do que, de fato, culminou em sua expulsão do "Big Brother Brasil 17". Neste sábado (22), o cirurgião plástico escreveu em suas redes sociais um texto em que acusou Emilly Araújo de tê-lo traído.

De acordo com o médico, a sister, ao acreditar que o então affair tinha grandes chances de se tornar o campeão do reality show da TV Globo, não pensou duas vezes em denunciá-lo, ainda dentro do programa, por agressão.

Além disso, o Doc deixou claro que não existe a mínima possibilidade de o relacionamento com a gaúcha continuar do lado de fora.
Vale lembrar que Marcos foi indiciado por agressão contra Emilly e está sendo investigado pela Delegacia da Mulher. Tanto o rapaz quanto a gêmea já prestaram esclarecimentos.
LEIA O DESABAFO NA ÍNTEGRA:
Meu nome é Marcos de Oliveira Harter, gaúcho, nascido em Porto Alegre, médico, cirurgião plástico.
Fui criado com princípios, os quais defendi durante toda a minha participação no BBB17 e defenderei pelo resto da minha vida: a retidão de caráter e o compromisso com a verdade.
Juro pelo que tenho de mais importante em minha vida - a minha família - que aquilo que aqui escrevo é a mais pura verdade.
Não há mais como suportar as pessoas sofrendo pelo destino de um relacionamento sem entender de fato o que aconteceu.
O Brasil, farto de mentiras em várias esferas, merece saber a verdade, pois, mesmo que doa a curto prazo, será sempre o melhor caminho a longo prazo.
Esta é uma carta que eu começo chorando e talvez, ao final, muita gente faça o mesmo.
Inscrevi-me no BBB com o objetivo de passar uma mensagem. Lembro-me de ter chamado muito a atenção da produção do programa na fase de entrevistas. Perguntavam o porquê de alguém querer entrar no programa sem ter o prêmio de um milhão e meio como o seu objetivo principal. Sim, é verdade. O prêmio em dinheiro era, para mim, nada mais do que uma consequência da missão que eu teria lá dentro, tal como eu penso aqui fora: dinheiro é consequência.
Nas primeiras horas dentro da casa conheci Emilly e Mayla, na beira da piscina, atrás da mesma espreguiçadeira na qual Emily estava deitava quando a vi pela última vez, antes de ir embora.
Recordo-me de que, inicialmente, achei elas muito parecidas, mas logo fui me atentando aos detalhes. Apesar de possuírem a mesma carga genética e, fenotipicamente, expressarem-se quase como clones, cada uma tem a sua alma, e aquela que vislumbrei ser a minha gêmea era a que tinha uma mancha na têmpora esquerda.
E logo Emily me contou a sua história.
Emilly...
Você vinha de Eldorado do Sul, cidade próxima a Porto Alegre, onde eu aprendi a dirigir. Lembra?
Sua mãe havia falecido há menos de um mês no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Durante minha formação médica, fiz estágio neste mesmo hospital e, por ter tido contato com muitos familiares de pacientes, sabia exatamente o trauma psicológico pelo qual vocês acabavam de passar.
Suas histórias eram tristes e, ao mesmo tempo, engraçadas: Balneário Camboriú com 10 reais no bolso; os 20 reais que você achou no chão, juntou com mais 50 que você tinha e comprou um vestido que queria muito...
Confesso que sentia uma peninha, mas ao mesmo tempo brotava algo que, na minha opinião, é o primeiro passo na construção de um relacionamento: a admiração. E não apenas pela sua beleza, mas pelo seu modo aventureiro de levar a vida. Conheço um cara assim…
Não precisei de muitos dias na casa para entender a minha missão ali. Sensibilizei-me com a sua história e determinei-me a fazer o possível e o impossível para conduzi-la até a grande final. Eu só não contava com uma coisa: existia um espacinho em meu coração que era exatamente do seu tamanho!
E assim a nossa história começou…
No começo você não me dava bola, mas quando o Doc aqui quer, ele vai até o final.
É possível "ficar" sem beijar? Sim! Lembra da primeira noite que viramos juntos? Você me contou de uma luz cor de rosa que saía de dentro de você no centro espírita. Ali comecei a acreditar na sua iluminação. Lembra do café da manhã naquele dia? O único ovo que tínhamos estava podre e você acabou fazendo arroz pra gente comer às 7h da manhã! Que amor…
Na pobreza já dava para ver a sua parceria, faltava ver na riqueza ou na iminência dela.
Acredito que uma das melhores maneiras de trazer uma pessoa para perto de si é dando carinho, e assim eu fiz com você.
Dei-lhe flores todos os dias, até que a produção pediu para eu não arrancar mais as flores do jardim. Nas férias eu sempre era acordado por minha mãe com caldinho de feijão na cama. Entende agora a forma de carinho que eu queria transmitir a você?
Daí veio a primeira massagem… Hummm… Beijos no pezinho… E como era gostoso ouvir aquele uivo do lobisomem durante aquela prova do anjo…
Não via a hora de dormir juntinho de você! Nem que fosse em camas separadas, mas de mãos dadas e com o meu braço apoiado na gaveta aberta do criado mudo… kkk 
Que cena!

Com o tempo, notei que você, quando cansada, dormia facilmente deitada em mim. Era como se eu fosse a tua concha, e isso é muito bonito porque significa: "eu me sinto seguro com você".
E como era bom dormir abraçadinho!
Lembra que eu chegava a acordar com o braço formigando de tanto tempo abraçado em você?
É óbvio que você não vai saber, mas se ver os vídeos aqui fora vai descobrir uma noite no México na qual eu praticamente amanheci fazendo carinho no seu rosto.
Curti todas as noites que dormi com você, inclusive aquela na qual você exagerou com o baldinho e, por ironia do destino, tivemos que dormir com outro balde na cama.
E na hora de acordar? Para mim já era automático, tapava seus olhos e seus ouvidos, porque princesas jamais devem acordar daquela maneira.
O clima era tenso tanto para mim quanto para você. Você cuidava de mim e eu de você. À medida que o tempo passava eu conhecia você, curtia você e cada vez mais eu me apaixonava por você. Ao ponto, inclusive, de não a ver mais como adversária, e você sempre soube disso.
Várias vezes tive vontade de ir embora dali com você. Lembra que cheguei a convidá-la algumas vezes a irmos embora?
Sabia que o prêmio era muito importante para você, mas ao mesmo tempo tinha a nítida noção de que o que eu poderia dar a você aqui fora não tinha preço.
Os dias foram passando e eu fui vivendo uma das mais incríveis histórias de amor da minha vida. Cientificamente, a ideia de avaliar o comportamento de seres humanos mediante confinamento sempre me pareceu fantástica. Fazer parte da experiência fazia tudo ser sensacional, pois provaria para mim mesmo e para um país inteiro que o amor verdadeiro pode existir sim, mesmo em condições laboratoriais.
Durante boa parte do programa eu agi com a razão. Fui autêntico o máximo que eu pude. Acertei. Cometi erros. Pedi perdão por eles. Fui solícito com todos. Elogiei atitudes e participantes sem medo de que isso pudesse beneficiar alguém no jogo. Questionei o que achei errado e sempre estendi a mão para quem me pedisse ou para quem eu julgasse que precisava de ajuda. Atuei sempre com honestidade do princípio ao fim. Tive coragem de enfrentar gente muito grande. Defendi com todas as minhas forças a prevalência da verdade e da retidão de caráter.
Mas teve um momento em que passei a agir com o coração, e, inclusive, verbalizei essa minha decisão em um raio-x.
Os problemas que muitos apontavam em você, Emilly, eu também via. Atitudes de egoísmo, soberba, deslumbramento não passavam despercebidas por mim.
O carinho que eu sentia por você era verdadeiro e intenso, mas mesmo assim não me tirou a capacidade de discernir entre o certo e o errado.
Quando vi você tomando as mesmas atitudes de pessoas que eu já havia questionado, tive a sensação de ter chegado a uma grande encruzilhada: manter a razão e julgá-la por erros também cometidos pelos outros ou passar a agir pela emoção e defender quem estava dentro do meu coração?
Assim eu fiz: desde o primeiro até o último paredão, defendi você com unhas e dentes.
Era tudo muito intenso e muitas vezes me via confuso. Às vezes me sentia seu namorado, outras, seu pai, seu irmão, ou seu amigo… Mas o importante é que nunca me senti seu adversário, pois o meu sentimento por você sempre esteve acima de qualquer atitude pela qual você poderia ser julgada. Essa é uma grande demonstração do quanto eu gostava de você e você não percebia.
Minha decepção começou a se instalar quando vi que as amizades que eu achava que estava construindo ali, me pareciam não tão sólidas como eu pensava.
Perder o Ilmar como aliado no jogo me deixou bastante abalado. Nossa ideia de irmos nós 3 até a grande final e deixar o público decidir parecia perfeita, mas o tempo me mostrou que esse pensamento não era compartilhado por nós três.
Na reta final, nos vimos novamente sob a ameaça de sermos emparedados. Não nos "acadelamos" e lutamos feito guerreiros para que isso não ocorresse. Ao ser desclassificado da última prova de resistência, sentei no gramado e ali fiquei por 12 horas. Meus gritos e assovios ecoaram pelo PROJAC. Sabia que minha voz em seus ouvidos lhe daria garra para vencer aquela prova.
E como fiquei feliz e orgulhoso quando você voltou com a vitória nas mãos. A última chance de sermos emparedados, um contra o outro não existia mais!
Com muita coragem enfrentei e voltei do paredão com Marinalva com 77% de aprovação.
Nossa batalha, nossa união, nosso relacionamento, nossas conquistas tornavam-se épicas.
Ajoelhei com você diante da bandeira deste país que tanto amo para agradecer os votos da nação.
E foi ali que você cometeu um dos seus maiores erros dentro do programa: ao ouvir minha torcida gritar "É campeão!", passou a me ver como alguém que eu nunca tinha sido para você: um adversário.
Ahhh… Picinho… São tantas coisas que eu sei e não queria saber… Ou será que você esqueceu que eu "fui programado para desconfiar"?
Sei porque você passou a me olhar de modo diferente a partir do momento em que ouviu minha torcida gritar: "É campeão!" Seu olhar surpreso estava de acordo com as atitudes que viria a tomar nas 24 horas seguintes…
Sei porque você insistia em não me contar porque tanto lhe chamavam no confessionario no decorrer de domingo…
Sei porque na segunda-feira, 10/04, dia de minha eliminação, você estava tão distante de mim…
Sei porque você pediu e foi várias vezes ao confessionário…
Sei porque você me perguntou o que seria considerado como uma agressão física na mesa enquanto eu esculpia o mascote do programa em um bloco de sabão.
Na segunda-feira, dia de minha eliminação, ao sair do confessionário pela última vez, você veio até mim na cozinha e me encontrou lavando a louça. Vestia o roupão laranja e arrumava o microfone no braço direito, pois o tinha retirado para ser examinada pelo médico da produção. Sei porque você não conseguiu falar comigo e saiu chorando para fora da casa dizendo: "Meu Deus… O que eu fiz…"
O peso em sua consciência era tão grande que nem as palavras que hoje sugerem a verdade você conseguiu segurar…
Deus viu sim o que você fez, e, aos poucos, as pessoas vão ver também.
Considero essa uma das cenas mais tristes do programa: você acabava de acusar injustamente a pessoa que você dizia que tanto adorava!
Vi você saindo, chorando pelo espelho da cozinha, e lembra do que eu fiz? Saí atrás de você lá fora e lhe ofereci ajuda caso precisasse. Estava lhe oferecendo a minha outra face pra você bater.
Sei por que nesse mesmo dia foi a única vez que você não foi espontaneamente atrás de mim na academia. Lembra que tive de chamar você lá fora para você me ajudar? Sentia que você não estava com muita vontade de ficar perto de mim. Simplemesmente nao acreditava no que você estava armando contra mim.
Sei por que nosso último beijo na academia foi tão frio…
Sei por que na sequência você também não quis entrar na piscina comigo, dizendo que já havia tomado banho. Toda essa falta de parceria era inédita e você ainda achava que eu nao sabia o porquê.
Sei por que você nao fez cara de duvida quando me chamaram pela última vez no confessionário.
Sei por que você não disse: "Não tá esquecendo de nada?". Seu último beijo já havia sido dado na academia.
Infelizmente também sei o que você sentiu quando ouviu meus gritos aos prantos na porta do lado de dentro do confessionario pedindo pra você retirar a acusação que havia feito às 20h daquele dia.
Sei por que você chorou sem lágrimas quando Tiago Leifer anunciou minha eliminação.
Sei por que você tapava o rosto com as mãos enquanto "chorava" no colo da Ieda.
Sei por que você demonstrava tanta saudade de mim, cheirando minhas roupas após a minha saída, mas não demonstrou isso na final, ao sair da casa.
Sei, Emilly, por que você não veio me abraçar na final… E foi tão feio… Não jogue a culpa na sua irmã…
Você se enganou sobre qual seria a minha atitude. O tiro de misericórdia que você deu em minha nuca na reta final do programa matou o homem que a adorava lá dentro, mas não o homem que a perdoaria aqui fora.
Confesso que a partir do momento em que entrei no confessionário pela última vez e fiquei sabendo de sua traição, fiquei bastante decepcionado com você.
O meu desejo de ver você campeã era tão grande que neguei o chute que você me deu na volta da piscina após a brincadeira de esconde-esconde e também o fato de você ter jogado a boia da trident propositalmente em meu rosto, dentro da piscina, no entardecer do dia 5/4. Ou você acha que também não me foi oferecido dar queixa de você?
Após sair da casa, em momento nenhum fiz torcida contra você. Entretanto, não consegui conter os votos de minha família e amigos, os quais também foram informados de sua denúncia contra a minha pessoa no dia 10/4 às 20h.
Sei, há algum tempo, que ninguém é de todo bem e nem de todo mal. Às vezes a gente erra e essa foi a sua vez de errar gravemente comigo. Só não imagina a dimensão da sua ganância.
Saber perdoar é para poucos. Diria que você tem sorte em eu ser um deles.
Mas você realmente não precisa pedir perdão para mim, mas talvez tenha que pedir a todas as pessoas que acreditaram no amor que você dizia sentir por mim.
Tem outra pessoa, pela qual você tanto chorou durante o programa, que viu tudo que você fez lá do céu, e para essa eu creio que você também deveria pedir perdão.
Tente se lembrar de todos os conselhos que eu dei para você. Demorei anos pra aprender tudo o que te falei, e todos os conselhos foram dados com muita sinceridade e carinho.
Nao deixe de doar uma parte do prêmio, conforme prometido, às pessoas que precisam mais do que você. Você sabe a dor que eles sentem.
E lembra do COSMOS?
Ele existe sim! Respeite-o sempre e esteja preparada para o que ele decidir por você, por mim e por todos que nos rodeiam.
Nossa história de amor terminou no momento em que entrei no confessionário e descobri quem realmente é você. Seu pedido para me retirar do programa me mostrou que o que você sentia por mim tinha um preço. Meu coração se estraçalhou naquele exato momento, pois mesmo sabendo que era capaz de lhe perdoar, entendi que jamais conseguiríamos construir uma relação na qual o dinheiro já havia sido colocado acima do amor uma vez.
Você ainda é jovem. Tem tempo para refletir e mudar. Saiba que pessoas do bem existem e elas vão querer te ajudar de uma forma tão incrível que você pode levar algum tempo para entender.
Siga com Deus, desejo-lhe muita luz interior e que a paz esteja sempre com você e com a sua família.
Sei que você vai negar, gritar, espernear, fazer tudo o que fazia no programa quando as pessoas apontavam uma falha em você.
Mas eu espero apenas uma coisa de você: feche os olhos, respire fundo, vá bem lá dentro de você.

Procure um lugarzinho onde você está sentindo uma dorzinha.
Aprenda que em toda a história da humanidade, amor e caráter nunca estiveram à venda.
Adeus.
Marcos de Oliveira Harter
Fonte: Famosidades

SUPOSTO NAMORADO DE EMÍLIO SANTIAGO, IRMÃ E RAPAZ QUE SE DIZ SER FILHO DO CANTOR DISPUTAM A HERANÇA DE QUASE 10 MILHÕES DE REAIS


Quase cinco anos após a morte de Emílio Santiago, a herança deixada pelo cantor é alvo de disputa.
As informações são do programa Domingo Show, que será exibido neste domingo na TV Record. Segundo anúncio da reportagem, o patrimônio de quase 10 milhões de reais é disputado por uma irmã, por um homem que se apresenta como seu companheiro e outro que diz ser seu filho. Este último pede a exumação do corpo para que seja feito DNA.
Em entrevista ao apresentador Geraldo Luís, um jovem  identificado como Aleksander Nunes diz que é filho de Emílio e que chegou a fazer um teste de DNA para comprovar a paternidade. O resultado, no entanto, foi registrado como inconclusivo, o que faz com que ele tenha mais dificuldades para ter acesso ao dinheiro da herança, parado num banco desde a morte do cantor.

Outra parte envolvida no processo é um homem, que assegura ter sido namorado de Emílio Santiago durante anos e, por isso, acredita merecer parte dos imóveis e outros pertences deixados pelo cantor.
Emilio Santiago morreu em 2013 após um acidente vascular cerebral (AVC). O intérprete de sucessos como Verdade Chinesa e Saigon tinha 66 anos.
O programa vai ao ar às 11h deste domingo.

Fonte: Veja