sábado, 6 de abril de 2013

ESPAÇO DA POETISA SILMARA FEITOSA: O PODER DO AMOR


O PODER DO AMOR

Nuvens pairando no ar 
Envolto, natureza verdejante;
Infinito, grandioso envolvente
Horizonte que nos toca sem tocar.

Olhares perdidos na amplidão
Encantados, se encontram a sorrir;
Alegria no saber do existir
Experiências somadas num coração.

Mãos tímidas, se buscam e se dão
Rumo aos céus pausadamente, caminham;
Emoção, contida pela razão
E a certeza que jamais serão sozinhas.

Braços se abraçam, num ato dominante
Peles se tocam e estremecem num instante;
Reface o tempo, perdido por não querer.

Adormecido pela espera do poder
Que cedo ou tarde, acontece sem saber; 
Que o desejo é bem maior que o desejado.

Que o caminho, é bem maior que o caminhante
E que o amor, é do tamanho de um Ser;
Na descoberta, percebe-se tantas vezes
Que um labirinto, fica fácil de entender,
Que as linha curvas, tornam-se retas inconfundíveis
E quem se busca, jamais irá se perder...
(SILMARA FEITOSA)