quarta-feira, 3 de julho de 2013

MENSAGEM DE REFLEXÃO: RECEITA DE ALFABETIZAÇÃO




RECEITA DE ALFABETIZAÇÃO
Pegue uma criança de seis anos e lave-a bem. Enxugue-a com cuidado, enrole-a num uniforme e coloque-a sentadinha na sala de aula. Nas oito primeiras semanas, alimente-a com exercícios de prontidão. Na nona semana, ponha uma cartilha nas mãos da criança. Tome cuidado para que a criança não se contamine no contato com livros, jornais, revistas e outros perigosos materiais impressos. Abra a boca da criança e faça com que ela engula as vogais. Quando tiver digerido as vogais, mande-a mastigar uma a uma as palavras da cartilha. Cada palavra deve ser mastigada no mínimo 60 vezes como na alimentação macrobiótica. Se houver dificuldades para engolir, separe as palavras em pedacinhos. Mantenha a criança em banho-maria durante meses, fazendo exercício de cópias. Em seguida faça com que a criança engula algumas frases inteiras, mexa com cuidado para não embolar.
Ao final do oitavo mês, espete a criança com um palito, ou melhor, aplique uma prova de leitura e verifique se ela devolve, pelo menos, 70% das palavras e frases engolidas. Se isso acontecer considere a criança alfabetizada. Enrole-a num bonito papel de presente e despache-a para a série seguinte.
            Se a criança não devolver o que lhe foi dado para engolir, recomece a receita desde o início, isto é, volte aos exercícios de prontidão. Repita a receita quantas vezes for necessário. Ao fim de 3 anos, embrulhe a criança em papel pardo e coloque um rotulo: “aluno com dificuldade de aprendizagem”.
(Marlene Carvalho)