quarta-feira, 23 de outubro de 2013

ESPAÇO DA POETISA SILMARA FEITOSA



Há quem diga que o amor é a base de tudo, porém eles se esquecem que:
Há os que se anulam em nome do amor e acabam abandonados.
Há os que investem tudo nos outros acreditando, que estão sendo correspondidos e vivem reclamando do egoísmo alheio.
Há os que sonham com um amor perfeito, pretendem encaixar o ser amado nesse modelo e acabam descobrindo que cada um é como é e não temos poder para mudar ninguém.
Há os que confundem paixão com amor. Não que paixão é admirar no outro o que recalca em si. Quando a ilusão projetiva desaparece, percebemos o ridículo dos nossos atos apaixonados.
Há os que confundem apego com amor. São egoístas que esperam do outro o que não os dão.
O Amor verdadeiro NUNCA faz SOFRER. Traz alegria, motivação e prazer, agindo sempre com seu poder de harmonizar as relações humanas.