quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

ANDRESSA URACH É DEMITIDA DA RECORD, MAS CONTINUA FIEL À IGREJA UNIVERSAL


Contratada há dois anos, logo após se converter à Igreja Universal do Reino de Deus, a ex-modelo Andressa Urach não é mais funcionária da Record. Ela foi demitida no início deste mês e já não grava o quadro Eu Sobrevivi, do Domingo Show. Andressa, no entanto, continua fiel à igreja fundada por Edir Macedo, dono da Record.

Em 2015, a ex-vice-Miss Bumbum se tornou uma espécie de garota-propaganda da Igreja Universal ao relatar sua vida pregressa em um livro, Morri para Viver, escrito por Douglas Tavolaro, vice-presidente de jornalismo da Record.

Na obra, Andressa conta que perdeu a virgindade aos 15 anos, com um meio-irmão, que teve o primeiro orgasmo com um cachorro e que chegou a faturar R$ 30 mil por mês, fazendo até sete programas por dia.

No final de 2014, ela teve sérios problemas por causa do culto ao corpo perfeito: foi parar numa UTI com infecções decorrentes da aplicação de hidrogel. A Universal e a Record viram nela um caso exemplar da pessoa errante que encontra a salvação na fé em Cristo. E lhe deram um emprego.

Nas redes sociais, Andressa, 29 anos, se mantém fiel à igreja. Na última segunda-feira, publicou fotos atuando em um projeto social e vestindo camiseta da Igreja Universal. Também usa o Instagram para divulgar o Univer Vídeo (a Netflix da Universal), para compartilhar receitas (nada fitness) e para exibir roupas (bem comportadas) e calçados que qualquer evangélica (ou não) poderia usar.

No Domingo Show, Andressa fazia um quadro em que entrevistava artistas que, assim como ela, tiveram graves problemas de saúde. A última vez que apareceu foi em 22 de janeiro. Contou a história de Bartô Galeno, cantor brega que fez muito sucesso nos anos 1970 _chegou a vender 20 milhões de discos. Ele fumava três maços de cigarro por dia e era alcoólatra. Sobreviveu a uma cirurgia no coração. Tem 66 anos.

Nos bastidores da Record, a demissão de Andressa é um enigma. Especula-se que o motivo seria o esgotamento de seu quadro, que acabaram as histórias de sobrevivência, e que ela teria deixado de ser interessante para a emissora. Procurada, Andressa não quis falar. Sua assessoria pediu para a reportagem procurar a Record, que, por sua vez, não comentou.

Fonte: Notícias da TV