quarta-feira, 5 de abril de 2017

GLOBO MOSTRA APOIO A SU TONANI APÓS ASSÉDIO DE JOSÉ MAYER: 'SINCERAS DESCULPAS'


A Globo decidiu prestar solidariedade a Su Tonani depois de a figurinista relatar que foi assediada por José Mayer nos bastidores da emissora. Após o veterano admitir o assédio, a Comunicação da emissora informou que encerrou a apuração do caso e pediu desculpas à stylist, nesta terça-feira (4). "A Globo lamenta que Susllen Tonani tenha vivido essa situação inaceitável num ambiente que a emissora se esforça cotidianamente para que seja de absoluto respeito e profissionalismo. E, por essa razão, pede a ela sinceras desculpas."

A emissora ainda mostrou apoio ao movimento de atrizes da emissora contra o assédio sexual no trabalho. "Sobre a iniciativa de funcionários, colaboradores e executivos de usar hoje camisetas com os dizeres 'Mexeu com uma, mexeu com todas', a Globo se solidariza com a manifestação, que expressa os valores da empresa."

Em carta aberta, Mayer pediu desculpas à Su Tonani e admitiu que o seu comportamento foi abusivo. "Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora. Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço."

O veterano estava escalado para o "Sétimo Guardião", de Aguinaldo Silva. Após a polêmica, funcionários do canal chegaram a pressionar para que Mayer ficasse de fora do trabalho. Depois de apurar os fatos, a Globo decidiu afastar o ator do folhetim. "A Globo decidiu não escalar José Mayer para a próxima novela das nove de Aguinaldo Silva, prevista para ir ao ar em 2018. Essa é uma atitude isenta e responsável da Globo de não dar visibilidade a uma das partes envolvidas numa questão que é visceralmente contra tudo que a Globo acredita. E não é uma atitude isolada. A atitude da Globo será sempre essa. A de defender que casos como esse devem ser apurados, ouvindo e oferecendo todo apoio às duas partes, dando possibilidade para que a verdade aflore e criando condições para que não se repitam."


Evaristo Costa leu a carta e em nome da Globo, pediu desculpas à figurinista e afirmou que a emissora apoia a iniciativa de atrizes como Sophie Charlotte, Drica Moraes e Bruna Marquezine, que levantaram-se contra o assédio usando uma camiseta com a estampa “Mexeu com uma mexeu com todas”. O próprio Evaristo aderiu à campanha e publicou um post com a frase no Twitter. Mais tarde, o texto também foi lido por Otaviano Costa no Vídeo Show.
Leia na íntegra:

“Carta aberta aos meus colegas e a todos, mas principalmente aos que agem e pensam como eu agi e pensava:
Eu errei.
Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava.
A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora.
Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço.
Tenho amigas, tenho mulher e filha, e asseguro que de forma alguma tenho a intenção de tratar qualquer mulher com desrespeito; não me sinto superior a ninguém, nao sou.
Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são.
Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos sem aprender. O mundo mudou. E isso é bom. Eu preciso e quero mudar junto com ele.
Este é o meu exercício. Este é o meu compromisso. Isso é o que eu aprendi.
A única coisa que posso pedir a Susllen, às minhas colegas e a toda a sociedade é o entendimento deste meu movimento de mudança.
Espero que este meu reconhecimento público sirva para alertar a tantas pessoas da mesma geração que eu, aos que pensavam da mesma forma que eu, aos que agiam da mesma forma que eu, que os leve a refletir e os incentive também a mudar.
Eu estou vivendo a dolorosa necessidade desta mudança. Dolorosa, mas necessária.
O que posso assegurar é que o José Mayer, homem, ator, pai, filho, marido, colega que surge hoje é, sem dúvida, muito melhor.

José Mayer”
Fonte: MSN Entretenimentos