terça-feira, 30 de maio de 2017

AO VIVO, FAUSTÃO DETONA SEM DÓ O BBB, CUTUCA BRUNO E MARRONE E CLIMA PESA NO DOMINGÃO


Todo mundo meio que sabe que o Faustão fala o que quer, né? O cara não está muito aí para as políticas internas da Globo e quando dá na telha, fala mesmo. Foi assim nesse domingo (28), durante o quadro Show dos Famosos. Sem muita conversa, o apresentador soltou a língua contra o BBB.
Durante a fala dos jurados após a apresentação de Ícaro Silva, Fausto começou a falar sobre ascensão social no país. E saiu isso: "A ascensão social e econômica no Brasil é através da porra do Big Brother, da porra de reality show, essa porra. Então, estudar e trabalhar, ninguém quer".
Faustão disse isso para enaltecer o esforço de Ícaro para imitar Ney Matogrosso. De qualquer maneira, de novo sobrou para o BBB, programa que o apresentador já mostrou algumas vezes ao longo dos anos que não é muito fã.
Rolou o maior climão entre Faustão e a dupla Bruno e Marrone no “Domingão do Faustão” (Globo) deste domingo (28). Ao começar a conversar com a dupla, Faustão cutucou Marrone por conta de seu sapato, que parecia ser feito de couro de animal. “Esse sapato se passar lá no Ibama você vai preso”, falou o apresentador. Eles riram sem graça.
Mas o clima pesou mesmo na hora de Faustão anunciar o novo sucesso da dupla sertaneja, “Enquanto Eu Brindo, Cê Chora”. “Isso é coisa da Lava Jato, os caras brindando e o Brasil chorando”, falou Faustão. Visivelmente constrangido, Bruno, de cara fechada, respondeu: “Eu vou deixar você falar isso aí, porque eu vou ficar quieto”. Bruno é amigo íntimo de Joesley Batista, empresário da JBS responsável pelas delações de um forte esquema de propinas e corrupção, que abalaram a política nacional nos últimos dias. Bruno e Marrone cantaram no casamento de Joesley com a apresentadora Ticiana Villas Boas e também na inauguração da mansão do casal em uma ilha em Angra dos Reis, comprada de Luciano Huck. 
Como Bruno não quis comentar se a nova música tinha a ver com a Lava Jato, Faustão prosseguiu: “Quem fez essa música?”. O cantor sertanejo respondeu: “Eu não sei de quem é, olha aí”, mandando ele conferir no encarte do disco. “Ele não sabe nem se é deputado, senador”, retrucou Faustão.
Marrone, percebendo o clima pesado, intercedeu, dizendo que o álbum tinha muitos compositores, ao que Faustão finalizou: “Quando tem muito compositor não precisa explicar”, anunciando que os dois cantassem “Enquanto Eu Brindo, Cê Chora”. Faustão ainda pediu que os dois cantassem o hit “Dormi na Praça” em vários ritmos.
Fonte: UOL/R7