terça-feira, 13 de junho de 2017

QUADRO DEZ OU MIL É UM ACERTO DO PROGRAMA DO RATINHO


Quando despontou na televisão, à frente do policial 190 Urgente, da CNT, Ratinho se tornou objeto de desejo de algumas emissoras. Na época, a imprensa noticiou que o apresentador estava na mira de Silvio Santos, que o queria no comando de uma nova versão do Show de Calouros. No entanto, a sondagem do SBT não foi adiante, e Ratinho assinou com a Record, onde fez sucesso com o telebarraco Ratinho Livre, em 1997. No ano seguinte, migrou para o SBT para fazer o Programa do Ratinho, nos mesmos moldes da atração da Record. E o Show de Calouros não voltou.
Passados 20 anos, Ratinho agora tem um programa de calouros para chamar de seu: o quadro Dez ou Mil, exibido nas noites de segunda-feira no Programa do Ratinho. Mesmo com atraso, Silvio Santos conseguiu o que queria: transformar Ratinho num grande animador, capaz de apresentar um show de talentos. De todos os quadros que compõem o atual Programa do Ratinho, Dez ou Mil é, de longe, o melhor, pois explora a veia cômica do apresentador e o coloca, sempre, em divertidas situações diante de aspirantes a cantor, dançarino ou qualquer outra coisa.
Dez ou Mil ainda se permite ser nostálgico, ao ter em seu corpo de jurados dois nomes que fizeram história no antigo Show de Calouros, Leão Lobo e Décio Piccinini. Além deles, ainda traz o mal humorado Arnaldo Saccomani, um dos melhores jurados da nova safra de talent shows do SBT. Produtor musical com vasta experiência, Saccomani contribui com boas opiniões e diverte com comentários sarcásticos. O embate entre ele e Piccinini, quase sempre, rende boas risadas. O humorista Pedro Manso e a jornalista Nadja Haddad completam o júri, também com boas participações.
Em meio a todo este “circo”, Ratinho é um exímio mestre de cerimônias, contando ainda com a presença de Lucimara Parisi, a quem sempre culpa quando aparece um calouro muito ruim; e toda a trupe de humoristas que acompanha o apresentador. Completando a farra, uma série de artistas sem talento disputa um lugar ao sol com outros muito talentosos, como qualquer outro programa de calouros.
Não por acaso, Xuxa Meneghel sempre pena na briga pela vice-liderança no Ibope com seus programas nas noites de segunda-feira na Record. Ela tem à frente um grande concorrente, que faz uso de suas melhores armas justamente no primeiro dia útil da semana. Dez ou Mil faz jus ao sucesso.
Fonte: Observatório da Televisão