terça-feira, 13 de junho de 2017

REZENDE DESISTE DE QUIMIOTERAPIA E SE ENTREGA A TRATAMENTO ALTERNATIVO


O apresentador Marcelo Rezende, 65 anos, desistiu de fazer quimioterapia, considerado o tratamento mais eficiente no combate ao câncer. Segundo uma pessoa muito próxima ao jornalista, que pediu anonimato, Rezende está animado com um tratamento alternativo, baseado na alimentação.

Difundida no Brasil pelo cardiologista, nutrólogo e autor de livros de autoajuda Lair Ribeiro, a dieta que Rezende está seguindo é rica em proteínas e gorduras. Sem carboidratos, visa "matar as células de fome", reduzindo o fornecimento de glicose.

De acordo com os princípios da dieta cetogênica propagada por Ribeiro, as células cancerígenas só gostam de açúcares e não se alimentam de outra coisa. Cortar o consumo de glicose, portanto, faria os tumores regredirem.

Rezende enfrenta um câncer no pâncreas e no fígado. O anúncio foi feito em uma entrevista ao Domingo Espetacular, da Record, em 14 de maio, uma semana após ele se afastar do comando do Cidade Alerta. "Eu não tenho medo da morte. Tem gente que tem, mas eu não. Porque o homem que tem fé não tem medo, ele sabe que vai vencer", disse ele na entrevista.

O jornalista parou de fazer quimioterapia logo após revelar a doença publicamente. Como o tratamento tem muitos efeitos colaterais, é normal que seja realizado em ciclos, com até três semanas de descanso após sete dias de químio. Rezende completou o primeiro ciclo, mas não voltou após o descanso. A amigos, diz que não voltará a fazer químio, que prefere se arriscar num tratamento alternativo.

Nos últimos 30 dias, o apresentador do Cidade Alerta foi algumas vezes à região de Juiz de Fora, em Minas Gerais. A última viagem foi ontem (11). Na estrada, ele postou um vídeo em uma rede social dizendo que vai iniciar a terceira etapa de seu tratamento.

"Estou indo para o que eu chamo de 'Farmácia de Deus', um local onde estou sendo acolhido, cuidado e, mais do que isso, caminhando no sentido da cura", disse, visivelmente abatido e aparentemente mais magro.

"Não adianta você curar o físico sem ter à frente o espiritual. E eu cuido muito do lado espiritual, porque quem está fazendo essa travessia da cura é Deus, é Ele quem me conduz", afirmou o apresentador.

Antes, em 23 de maio, Rezende já havia publicado outro vídeo na estrada, ao lado do apresentador Geraldo Luís, seu amigo pessoal, e da filha Patrícia Andriessen, que mora na Holanda mas veio para o Brasil para ficar com o pai.

Na mensagem, ele anunciava que ia começar a busca pela cura espiritual: "Nós vamos ficar a semana inteira em oração, pedindo a Deus que nos abençoe. Eu agradeço o tanto que vocês estão orando por mim, é isso que me deixa forte para seguir em frente".

Uma semana antes, o apresentador fez um retiro espiritual, no qual ficou sete dias "apenas em oração, leituras de textos sagrados e reflexões sobre a vida". "Só não fiz jejum porque as drogas que me aplicam mais parecem que vão me matar do que me salvar", desabafou, em outra gravação.

Há cinco dias, Geraldo Luis postou uma foto na internet do livro Anticâncer - Prevenir e Vencer Usando Nossas Defesas Naturais, do médico francês David Servan-Schreiber (1961-2011).

Na obra, o autor conta a própria história: diagnosticado com câncer no cérebro, seguiu o tratamento com químio e radioterapia, que fizeram o tumor regredir. Porém, com a reincidência da doença, buscou tratamentos alternativos, com mudanças alimentares e de hábitos de saúde.

O livro de Servan-Schreiber segue muitos dos preceitos de Lair Ribeiro adotados por Marcelo Rezende nessa nova fase, inclusive a sugestão de cortar açúcar e carboidratos da dieta e iniciar o hábito de meditação.

O francês, no entanto, pregava que os tratamentos alternativos não poderiam substituir a medicina tradicional, mas complementá-la. Ou seja, Rezende deveria continuar o tratamento quimioterápico e aliá-lo à nova alimentação e às preces.


Fonte: Notícias da TV