sábado, 5 de agosto de 2017

LUIZ MELODIA É ENTERRADO NO RIO


Foi enterrado sob aplausos, no fim da manhã deste sábado (5), no Cemitério do Catumbi, o cantor e compositor Luiz Melodia. Ele morreu na sexta-feira (4), aos 66 anos. Ele lutava contra um câncer de medula óssea.

Amigos como as atrizes Zezé Motta e Regina Casé fizeram questão de comparecer ao enterro. Canções que marcaram a carreira de Melodia, como "Pérola negra", foram tocadas e cantadas pelos presentes na despedida.

"Perdi um amigo, um irmão, um ídolo. Melodia partiu, mas a obra dele ficará conosco para sempre", disse a atriz e cantora Zezé Motta.

A atriz Regina Casé também foi homenagear e se despedir do amigo.
"Não foi apenas o artista que se foi. Partiu, também, a pessoa mais elegante que já conheci. Acho que nunca mais encontraremos alguém com tanta elegância, com tanta leveza", disse Regina Casé.

O velório do corpo do cantor teve início na tarde desta sexta-feira (4) na quadra do Grêmio Recreativo Escola de Samba Estácio de Sá, no Centro do Rio, agremiação de coração dele, do bairro onde passou a infância.

O corpo de Melodia chegou ao Cemitério do Catumbi, ao lado do Estácio, às 10h31, seguido por um cortejo que cantava "Estácio, eu e você". O trajeto até o túmulo 30 da quadra 3 foi feito em pouco tempo. Logo após o sepultamento, parentes, amigos e fãs aplaudiram e se despediram do cantor e compositor, enquanto cantavam "Pérola negra".

No início do velório, na sexta (4), duas bandeiras foram postas em cima do caixão de Luiz Melodia: uma do Vasco da Gama (time de Melodia) e uma da Estácio de Sá. Familiares, amigos famosos e anônimos também compareceram ao velório. Um bar em frente à escola tocava músicas do compositor em alto volume.

Casada há 40 anos com o cantor Luiz Melodia, Jane Reis, muito emocionada, contou que chamava o marido de "passarinho".
"[Ele] Voou. Voou mais alto. Foi pra longe da gente. Foi cantar em outro lugar".

Com olhos marejados, Jane não soube explicar porque as músicas de Melodia eram tão especiais para a grande maioria dos fãs.
"Não sei. Ele era muito sincero, muito inteiro. Tudo o que ele fazia, ele fazia com muita sinceridade. Eu acho que as pessoas se identificam com essa sinceridade, elas se veem na sinceridade. Então, eu acho que o que saía era ele, e acabou. Sem mais, sem menos. Sem meias palavras, ou com muitas meias palavras, mas sinceramente", declarou.

O compositor foi internado no dia 28 de março no Hospital Quinta D’Or, na Zona Norte, para fazer sessões de quimioterapia no combate a um mieloma múltiplo (tipo de câncer de sangue), diagnosticado meses antes.

Segundo boletim médico divulgado na época pela produção do músico, com o início da quimioterapia, houve uma baixa glicêmica e acidez sanguínea. Por isso, o cantor permaneceu internado no CTI. O câncer voltou e o estado de saúde de Melodia se agravou bastante nesta quinta-feira (3).

Fonte: G1